A habilidade da execução!

 

Eu admiro quem realiza. A capacidade de transformar uma ideia em algo entregável é um atributo incrível.

Muitas pessoas passam anos e anos projetando um sonho e acabam procrastinando suas atitudes por conta de cenários que ainda não são ideais, fatores que não estão perfeitamente ajustados ou condições que dependem de uma série de variáveis para poderem acontecer.

Já passou por isso? Eu já! 

Minha percepção é que nós estamos vivendo um momento em que o acesso à informação e às ferramentas é cada vez mais democrático. Mas isso também provoca um efeito paralisador, talvez por insegurança ou medo, que impede a iniciativa e inibe algo valioso: a tentativa.

O que estou dizendo não exclui o valor do planejamento, uma etapa irrefutável.

O ponto é que a estratégia pode ser moldada pela execução. A habilidade de construir, de tentar, de começar algo e acompanhar o seu desenvolvimento, acertando o que deu errado e repetindo o que deu certo, é algo sensacional.

Se tivéssemos que esperar tudo estar 100% ajustado para fazer alguma coisa, não produziríamos nada. Estaríamos fadados ao mais estático comodismo, economizando todo o esforço possível para não arriscar demais.

Então, se essa mensagem pode te incentivar a começar (o que quer que seja: dar aulas, ajudar no ministério, estruturar um currículo para o novo ano, formar ou treinar uma equipe), não perca essa oportunidade!

Vamos tentar?

Por: Sérgio Marques, do Ministério Ensino Infantil Num Clique.

 

 

 

você pode gostar também:

Deixe seu comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado.

Contact Us